Sustentabilidade na cervejaria capixaba

03/06/2022

No próximo domingo, dia 05, é o Dia Mundial do Meio Ambiente, e o universo cervejeiro capixaba está atento à responsabilidade com a natureza. A Meu Chope.com e a Convento Cervejaria contam com ações que fazem a diferença e fazem parte da economia circular.

Os sócios fundadores Augusto Sato e Bruno Medeiros, da MeuChope.com, estão associando desenvolvimento econômico a uma melhora do uso de recursos naturais em sua empresa por meio da Economia Circular. Os chopes disponíveis em suas máquinas de autosserviço podem ser adquiridos em quantidades maiores em 'growler pets', a grande aposta da cervejaria artesanal. "Não ficamos reféns de latas e vidros monopolizados pela grande indústria cervejeira", explica um dos sócios, Augusto Sato.

De acordo com o empresário, o growler é de plástico e a embalagem comporta um litro de chope e, após aberta, o ideal é que o chope seja consumido em até sete dias. "Fornecemos a garrafa gratuitamente e com a alta rotatividade, ficamos atentos à questão da sustentabilidade e possuímos um ponto de recolhimento na MeuChope.com tanto para os copos plásticos quanto para os growlers, justamente para fazer este processo de reserva de resíduos".O recolhimento de resíduos é feito 24 horas por dia no endereço da empresa MeuChope.com localizado na Av. Desembargador Lyrio, 390 - Mata da Praia, Vitória.

Já a Convento Cervejaria está também atua na conscientização e está atenta às questões ambientais. Uma de suas ações é doar um dos ingredientes da cerveja artesanal capixaba, o bagaço do malte da cevada - para alimentar vacas leiteiras da Fazenda Itaiobaia, em Serra. "Poderíamos fazer outro tipo de descarte, mas temos preocupação com a sustentabilidade e a cadeia produtiva. Esse nos pareceu ser o melhor modo de finalizar uma das etapas de produção. Até brincamos que são vacas que se alimentam com malte importado, mas geram leite brasileiro, que viram queijos capixabas", afirma Léo Leal, um dos sócios da fábrica de cerveja artesanal capixaba.