Sorriso metálico é coisa do passado: tecnologia “invisível” é eficaz no alinhamento dentário

09/03/2021

Dispositivo de alinhamento odontológico é febre entre famosos e usa tecnologia 3D

O que Anitta, Bruno Gagliasso e Bianca Andrade têm em comum? Além de famosos e donos de sorrisos impecáveis, a cantora, o ator e a empresária já usaram o aparelho ortodôntico invisível e relataram resultados positivos com o modelo. A ortodontista Catarina Riva explica que a tecnologia invisível cumpre o mesmo papel dos aparelhos tradicionais, mas sem os braquetes de metal.

"Durante a consulta utilizamos um software próprio e computação 3D para a produção da plaquinha transparente, que vai encaixar na boca. Essa plaquinha deve ser atualizada a cada duas semanas para alinhamento dos dentes e posição da mordida. O dispositivo é transparente e fica quase imperceptível, porém os pacientes devem a orientação do dentista para o sucesso do tratamento", explica a profissional.

Sobre o tempo de tratamento, Catarina explica que vai depender do nível do problema, mas correções mais simples podem levar apenas seis meses. "Casos mais complexos podem exigir mais tempo, até dois anos. A tecnologia 3D nos permite visualizar a evolução do tratamento com mais precisão e é uma tecnologia que pode ser usada por pessoas de qualquer idade. Porém, somente um profissional habilitado pode avaliar se o aparelho invisível para cada caso e o tempo de duração do acompanhamento", destaca.

Dentre os diferenciais do aparelho, além da estética, que não deixa perceptível o uso equipamento ortodôntico; a limpeza é bem menos complexa do que com os braquetes dos dispositivos fixos tradicionais. Catarina orienta que, apesar da facilidade de poder tirar o aparelho para comer, é importante utilizar o aparelho pelo máximo de tempo possível para não prejudicar o tratamento.

Posso trocar o aparelho fixo pelo invisível?

A ortodontista Riva explica que a facilidade na limpeza, estética e a redução da dor e desconforto a cada manutenção são alguns dos fatores que levam os pacientes a optarem por mudar a modalidade de tratamento ortodôntico. Entretanto, essa alteração deve ser feita por um ortodontista de confiança.