O verão chegou: confira dicas essenciais para proteger a pele na estação mais quente do ano e de maior exposição solar

20/12/2021

Farmacêutico fala sobre como escolher o filtro solar ideal, prevenção do envelhecimento, fator de proteção, e outras dicas para curtir o sol com segurança e cuidando da pele

O verão começa nesta terça, dia 21 de dezembro, e mesmo com chuvas, as altas temperaturas já estão com tudo e demonstram que a proteção vai ter que ser ainda mais redobrada nessa estação. E será que as pessoas sabem proteger a pele corretamente? qual filtro solar usar? Quando reaplicar?

O farmacêutico Márcio Mendes Mello, da Pharmapele Vila Velha, rede de farmácia de manipulação, dermocosméticos e suplementos, tira essas e outras dúvidas comuns a muitos. Segundo ele, o primeiro passo é entender que FPS, a numeração do Fator de Proteção Solar, é referente ao tempo que a pele fica protegida dos raios solares, ou seja, esse número quantifica sua capacidade de ampliar e reforçar a proteção. Se um fator de proteção solar é 30, a pele vai levar 30 vezes mais tempo para ficar vermelha.

"A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda o uso de protetores com o FPS de no mínimo 30. E nada de aplicar apenas uma vez ou após mergulhar. É fundamental reaplicar o produto ao longo do dia, pois é extremamente necessário em situações de longa exposição ao sol e de transpiração constante, como no caso de um dia de verão na praia, piscina ou em uma trilha, caminhada, por exemplo", explica ele.

E tem mais. O farmacêutico explica que o protetor solar ajuda a prevenir o envelhecimento precoce, pois ele funciona como uma barreira contra os raios solares, que são um dos principais responsáveis pelo envelhecimento da pele e por isso, o uso contínuo do produto ajuda a prevenir rugas, manchas e o ressecamento da pele, impedindo a ação dos radicais livres, que envelhecem nosso rosto.

E não sabe qual filtro solar escolher? Escolha um protetor solar de qualidade específico para o seu tipo de pele. Quem tem pele oleosa, por exemplo, os protetores oil free, em gel, gel creme e fluidos são os mais indicados. E todos os tipos de pele precisam de proteção. Mas é claro que a pele mais clara é mais sensível e por isso, exige cuidados especiais de proteção, por causa da falta de melanina que age como um filtro natural.

E se puder, opte sempre pelo filtro solar com cor, pois ele ajuda a proteger mais a pele. "É que além de proteger contra a radiação UVA e UVB, o protetor solar com cor cria uma barreira física também para a luz visível. Os pigmentos presentes no produto, garantem a proteção extra. E mais, ele também serve para cobrir manchas, marcas de acne e disfarçar imperfeições", explica.

E que tal usar maquiagem com proteção solar? Sim, é verdade. O farmacêutico explica que maquiagem com fator de proteção solar ajuda a proteger e cuidar da pele e que hoje já tem uma variedade opções de maquiagem no mercado que além de cobrir imperfeições, também tratam e protegem a pele.

E fica mais um alerta: mesmo em dias nublados, use filtro solar. "Se engana quem acha que o uso do protetor solar é dispensável durante os dias nublados. Mais de 60% da radiação solar é capaz de atravessar as nuvens, fazendo com que a emissão do raio UVA, seja constante mesmo em dias nublados. Essa exposição ao sol pode causar envelhecimento precoce, manchas e até câncer de pele. Por isso, antes de sair de casa, aplique protetor solar no rosto, orelhas e na região do colo. Não esqueça de reaplicar durante o dia", complementa o farmacêutico.