Nova pesquisa confirma que vacina contra gripe reduz a gravidade do Covid-19

15/07/2021

Desde o início da vacinação da gripe no Espírito Santo, em meados de abril, que a pneumologista Jessica Polese ressaltou sobre a importância da imunização com a vacina Influenza, mediante os casos de Covid-19.

De acordo com a médica, a vacinação da gripe comum reduz a hospitalização da Covid, conforme estudo divulgado na época, pelo 'American Journal of Infection Control' - jornal científico que publica artigos sobre epidemiologia, controle de infecções e doenças infecciosas.

Um novo estudo divulgado pela Universidade de Miami feito com 75 mil pacientes com Covid-19, dividiu o grupo pela metade que foi vacinada contra gripe e metade que não foi, e este grupo apresentou risco até 58% maior de terem derrame e 45% de sofrerem infecções graves.

Para Jessica, a vacinação da gripe reduz a gravidade da Covid: "Pesquisas concluíram que caso alguém fique internado, reduz a necessidade de ventilação mecânica, e a coinfecção de Covid e Influenza, além da diminuição da infecção por Covid em pacientes com Síndromes Agudas Respiratórias (SARS)", afirma.

Como o Ministério da Saúde liberou a vacina da gripe para toda a população, fica a dica para quem puder se imunizar, não esquecendo da importância da vacinação da Covid-19 e do tempo de espera entre as duas vacinas (Influenza e Covid), de 14 dias. "A adesão da população à vacina Influenza tem sido baixa e precisamos mudar esta situação", destaca a pneumologista. Foto de Jackie Campos