“Não vamos demitir”, diz empresária com redução de 30% no faturamento

24/05/2020

A ordem é não demitir apesar de já enfrentar uma redução de 30% no faturamento mensal. A decisão é da rede de Farmácia Alquimia, que atua no mercado magistral capixaba há 30 anos. Desde o início da pandemia uma decisão foi unânime: "vamos aguentar até que a corda se rompa. Não vamos demitir", relembrou uma das sócias, a farmacêutica Raigna Vasconcelos.

Para ela, a crise financeira provocada pelo isolamento social é temporária. "É claro que as proporções dessa crise para as empresas são graves, mas entendemos que tudo isso também vai passar. Talvez não no tempo que gostaríamos, mas é passageiro e não queremos transferir isso para os colaboradores", explicou

Além de manter o atual quadro de funcionários, a rede de Farmácia Alquimia não abriu mão de manter as ações de responsabilidade social. "Estão mantidas contribuições que prestamos às instituições carentes, bem como, os patrocínios", acrescentou Raigna.

*De acordo com o também sócio e farmacêutico Júlio Campagnaro, todas essas decisões estão amparadas na gestão financeira responsável que a rede de Farmácia Alquimia vêm fazendo ao longo dos anos. "Isso nos permitiu chegar até aqui", disse.*

Higienização

Os colaboradores da rede de Farmácia Alquimia também estão recebendo orientações necessárias para manter a higienização dentro e fora do local de trabalho. As medidas protetivas vêm sendo observadas desde o início da pandemia. Cada colaborador é orientado sobre como se comportar, no trajeto para o trabalho e em casa, de forma a evitar contaminação.

No trabalho, "os protocolos de higienização das mãos são regra em cada setor. Além disso, solicitamos que a roupa utilizada no trajeto para o trabalho, em especial aqueles que usam o transporte público, não seja utilizada nas dependências da empresa. Também adotamos o rodízio de pessoas no refeitório e vestiário para evitar aglomeração", contou a farmacêutica Raigna Vasconcelos.

Foto por Debora Benaim