Mulheres comem mais doce que homem, diz pesquisa

06/09/2019

A vontade comer doces é mais comum entre mulheres do que homens, de acordo com pesquisa do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, de São Paulo. O levantamento apontou que 53,5% delas não conseguem resistir à tentação do açúcar. O motivo? A oscilação hormonal característica da Tensão Pré-Menstrual (TPM).

Com a TPM, a compulsão alimentar aumenta e o nível de serotonina é reduzido, entre outros fatores. "Por isso, a busca das mulheres para consumir o açúcar nesse período é bem mais intensa e justifica, inclusive, o fato dos homens não serem tão propensos", comentou a farmacêutica Raigna Vasconcelos.

A psicanalista e hipnoterapeuta Patricia Rosário pondera que é preciso ficar atento à diferença entre exagero e compulsão. "O exagero é algo tolerável pois ocorre ocasionalmente, afinal a comida é uma fonte de prazer e estamos cercados dela em todos os lugares e eventos que frequentamos. Já a compulsão é uma perda de controle sobre a alimentação, acarretando danos físicos e mentais à integridade do indivíduo", diz.

A compulsão por doces pode ter origem física, emocional ou comportamental, que, segundo Patricia, podem interligar todos estes fatores. "Alguns cuidados com o corpo e a mente são essenciais para encontrar o equilíbrio, como conhecer o próprio corpo e perceber quando essa tensão começa e termina; perceber se a saciedade está vinculada a fome ou se está associada às emoções; praticar atividade física que vai estimular a produção de serotonina e dopamina, trazendo sensação de bem-estar ajudam a encontroar o equilíbrio entre corpo e mente", destaca.

A psicanalista destaca que lembrar que o acompanhamento médico é imprescindível, para verificação das taxas hormonais, propiciando melhor qualidade de vida.

Alguns cuidados com o corpo e a mente são essenciais para encontrar o equilíbrio:

Autoconhecimento: conhecer o próprio corpo perceber quando essa tensão começa e quando termina.

Psicoterapia: ajuda a lidar com suas emoções e identificar os gatilhos de ansiedade e stress;

Alimentação equilibrada: observar sua relação com a comida. Perceber se a saciedade está vinculada a fome ou se está associada às emoções; ter uma alimentação saudável;

Praticar atividade física: estimular a produção de serotonina e dopamina, trazendo sensação de bem-estar.

Link com os dados da pesquisa:https://www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/saude-e-bem-estar/vontade-incontrolavel-comer-doces-pode-sinal-baixa-hormonal/