Mais de 90% preferem comprar perto de casa

08/01/2021

Mais de 90% dos brasileiros preferem fazer compras em estabelecimentos próximos de casa, segundo pesquisa da American Express. O comportamento foi impulsionado pela pandemia. As pessoas passaram a circular menos e buscaram estabelecimentos dentro dos bairros. Com isso, o comércio local ganhou fôlego e a situação favoreceu até mesmo a abertura de pequenos negócios.


Esse é o caso de Sharliane Rodrigues, que inaugurou no final de 2020 um minimercado em Jardim Camburi, Vitória. "O setor de alimentação, apesar de sofrer as consequências econômicas da pandemia, é sempre promissor. E ter a oportunidade de fazer uma compra completa, perto de casa e com segurança é uma opção para muitos capixabas, especialmente agora com o isolamento", pontuou ela, que é sócia do É1 Mercado.


Esses pequenos negócios tendem a crescer. O levantamento mostrou que 59% dos entrevistados farão pequenas compras semanais e mensais, alavancando assim os estabelecimentos que oferecem diversidade de produtos em um único espaço. Os consumidores desse grupo alegam ter preferência por sair menos vezes de casa e comprar de uma só vez.


Segundo Sharliane Rodrigues, "a grande sacada do minimercado é a comodidade. Em pouco tempo, a pessoa compra tudo que precisa, com um preço justo e perto de casa evitando grandes deslocamentos. Nesse tempo de pandemia ainda tem a vantagem de não encontrar aglomeração, afinal, o espaço é menor", explicou.


Presidente da American Express Brasil, Rose Del Col destacou que "estamos testemunhando uma grande mudança, que deve ser sentida ainda durante muitos anos. E os pequenos comércios vão ter um grande papel nisso, pois eles são peça fundamental da economia. Também veremos as pessoas usando mais os cartões e outros formatos de pagamento que não envolvem troca de cédulas ou moedas".