Infecções bacterianas bucais podem agravar quadro de COVID Ortodontista Catarina Riva ensina método full mouth disinfection para prevenir pneumonias bacterianas

30/03/2021

Os cuidados com a higienização das mãos e objetos para evitar a contaminação pelo coronavírus estão sendo divulgados sistematicamente há mais de um ano. Para a ortodontista Catarina Riva, é necessário incluir nessa rotina a correta higiene bucal como medida preventiva para evitar o agravamento da doença.

"Nossa boca é a entrada do trato respiratório, composto ainda pela garganta, laringe e pulmões. Daí a importância da higiene bucal, uma vez que quando o organismo está comprometido com o coronavírus e necessite de internação em unidades de terapia intensiva, infecções bacterianas oportunistas podem agravar o quadro do pacientes e muitas dessas bactérias coabitam a cavidade bucal", alerta Catarina.

A ortodontista destaca também que há evidências científicas que as pneumonias por aspiração têm origem nos biofilmes bucais (colônias de bactérias) que colonizam ecossistemas da cavidade bucal. "A pneumonia bacteriana é provocada pela aspiração da microbiota da orofaringe para o trato respiratório inferior e ocorre em casos de má higiene ou quando o sistema de defesa não funciona de maneira adequada", explica.

Para prevenir o agravamento da COVID-19 e aprimorar os cuidados com a saúde bucal, Catarina ensina o método full mouth disinfection que torna a higiene bucal mais efetiva:

Passo 1 - Higienização da língua: utilize higienizador específico ou mesmo escova de cerdas macias. Inicie a limpeza a partir do "V" lingual (parte mais posterior da língua) para a ponta da língua, realizando a "varredura" em terços: 1/3 lado esquerdo; 1/3 parte central e 1/3 lado direito da língua.

Passo 2 - Fio dental: faça o uso correto do fio dental diariamente, sempre antes da escovação com creme dental.

Passo 3 - Escovação Dental: opte sempre por escova de cerdas macias e brancas. Modismos como cerdas pretas ou coloridas podem esconder sangramentos da gengiva, que indicam doença periodontal. Utilize creme dental com Flúor ou agentes terapêuticos.

Passo 4 - Enxaguantes bucais: faça o uso de antissépticos bucais, se necessário, com agentes como o cloreto de cetilpiridínio a 0,05%, a bis-biguanida digluconato de clorexidina a 0,12% ou mesmo o peróxido de hidrogênio 10 vols. - água oxigenada - evidências apontam para uma boa capacidade de inativação da Covid-19 para a água oxigenada). Vale lembrar que o enxaguante bucal NÃO substitui a escovação mecânica.

Passo 5 Higienização: Realize a higienização das escovas dentais e dos higienizadores de língua.