Harmonização corporal: tecnologias focadas em melhorar flacidez e gordura corporal estão em alta

06/03/2021

Para intensificar os cuidados corporais com tratamentos estéticos, de forma mais rápida e minimamente invasiva, a onda tem sido recorrer a tratamentos combinados, que ajudam a alcançar, com naturalidade, o corpo desejado.

A combinação de procedimentos, com ondas eletromagnéticas, acústicas e radiofrequência, por exemplo, ajuda a combater desde celulite e gordura localizada, até estrias e flacidez.

"A tendência tem sido a procura por combos de tratamentos. Em vez de a cliente fazer apenas um procedimento, ela aproveita e faz vários, combinando as tecnologias compatíveis, como um ultrassom microfocado com um laser fracionado, e o resultado é excelente", comentou a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) Karina Mazzini.

Segundo a médica, a grande novidade do mercado é um aparelho que utiliza ondas eletromagnéticas para reduzir medidas e definir o contorno corporal. Com sessões de 20 mil contrações em 30 minutos é possível ficar com o corpo durinho, sem exercícios físicos.

"O aparelho pode ser usado tanto para levantar o bumbum quanto para a hipertrofia. E as contrações podem ser feitas nos braços, nas coxas, nos glúteos, no abdômen e nas panturrilhas", disse Karina.

Já o combo radiofrequência, mais raios infravermelhos e vácuo é uma ótima alternativa para atenuar as indesejadas celulites. E as estrias podem ser tratadas com laser de CO2 fracionado, microagulhamento e radiofrequência fracionada, por exemplo, suavizando o aspecto da pele e devolvendo a firmeza para o local.

Para o contorno e flacidez corporal, a dermatologista Irene Baldi, que também é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), recomenda os bioestimuladores de colágeno, principalmente a partir dos 40 anos. "É um dos tratamentos mais eficientes do mercado para quem deseja ativar a formação de colágeno da pele", afirmou.

Gordura

Além de hábitos alimentares saudáveis e atividade física, podem ser associados no combate à gordura localizada aplicações de enzimas lipolíticas, que destroem a gordura através de um processo inflamatório, ou tecnologias como a criolipólise, que "congela" as gordurinhas localizadas ou subcutâneas rapidamente e apresenta resultados com apenas uma sessão.