Estudo desmistifica o que sabíamos sobre metabolismo

19/08/2021

Desde sempre, o ser humano foi condicionado a acreditar que o metabolismo fica mais lento de acordo com o avanço da idade. Em nossa sabedoria convencional as pessoas ganham peso ano a ano e o metabolismo fica mais lento a partir da meia idade e no período da menopausa para as mulheres. "O metabolismo consiste nas reações químicas que controlam a síntese e a degradação de substâncias de nosso organismo", explica a endocrinologista e especialista em Medicina Esportiva, Gisele Lorenzoni.

Agora, um estudo divulgado pela revista Science feito por Herman Pontzer, professor da Universidade Duke, da Carolina do Norte, mostra que o metabolismo entre 20 e 60 anos permanece praticamente estável. "Usando dados de quase 6.500 pessoas, com idades entre uma semana e 95 anos, a pesquisa descobriu que existem quatro períodos distintos da vida, no que diz respeito ao metabolismo", explica a médica.

Os períodos são da infância até um ano de idade, quando a queima de calorias está maior. Aos 20 anos o metabolismo desacelera cerca de 3% ao ano, e dos 20 aos 60 anos ele se mantém estável. Depois dos 60 diminui cerca de 0,7% ao ano. "Para nós, médicos que sempre trabalhamos mediante a informação do metabolismo diminuir de acordo com a maturidade, foi uma grande novidade e será uma revolução na ciência da fisiologia humana", garante Gisele.

"Vamos ter implicações em algumas práticas para receitar medicamentos para crianças e idosos e teremos que rever todas as faixas etárias estudando melhor os pacientes", pontua a endocrinologista. Foto Gustavo Forattini