Empresários capixabas na Capital Mundial das Pedras Preciosas.

18/06/2021

Estamos em um momento onde é natural ter mais atenção ou até mesmo pensar em dar um "stop" nos planos de expansão de um negócio. Porém cada vez mais, é preciso que as joalherias aperfeiçoem suas técnicas de produção, dando atenção às tendências e personalizando seus produtos. A joalheria mundial acompanha a economia, e normalmente as duas possuem uma relação harmoniosa e um tanto quanto inabalável. 

Visionários e sempre pensando em oferecer o melhor para esse exigente público amante de jóias e pedras preciosas, os empresários Ricardo e Hemily Bastos leia-se Ricardo Jóias, aterrissaram na famosa e mundialmente conhecida cidade de Teófilo Otoni em Minas Gerais que é o maior centro de lapidação e comercialização de pedras preciosas do Brasil. Na cidade é possível comprar diversas gemas brutas e lapidadas. 

Sobre a acessibilidade as peças de luxo atualmente, o empresário e também ourives Ricardo Bastos esclarece que muitas coisas contribuem para que as joalherias continuem a todo vapor, mesmo quando as condições parecem desfavoráveis, além da variedade do portfólio, há também: a qualidade da matéria-prima utilizada.

Serviço: Ricardo Jóias

Instagram: @ricardo_joiasoficial