É possível ter abdômen dos sonhos sem cirurgia plástica

04/05/2021

É possível tratar a gordurinha e a flacidez abdominal sem cirurgia plástica. Segundo a dermatologista Karina Mazzini, para indicar o tratamento adequado é preciso avaliar a área e desenvolver um protocolo individual. "Normalmente a gente faz combinações de tratamentos, o que dá resultados muito mais eficazes porque analisamos as características de cada paciente", diz ela.

Segundo Karina, diversos fatores podem ocasionar o desconforto em relação à aparência do abdômen: gravidez, excesso de perda de peso, gordura localizada, genética etc.

Confira alguns tratamentos indicados pela dermatologista:

Radiofrequência: Tratamento ideal para quem tem excesso de pele, ou flacidez. Por meio de ondas eletromagnéticas, a pele atinge temperaturas de até 40º, o que estimula a produção de colágeno, melhorando a elasticidade e o tônus da pele.

CMSLIM: Cria um campo eletromagnético que passa por todas as camadas da pele e da gordura, estimulando diretamente o músculo por meio de contrações contínuas e intensas, que proporcionam o crescimento muscular e induzem a redução de gordura.

Criolipólise: O aparelho congela as células de gordura e isso faz com que elas se rompam totalmente. Em consequência, o corpo entende que isso não faz mais parte do organismo e as expele de forma natural.

Ultrassom microfocado: Este equipamento pode tratar tanto a flacidez quanto a gordura localizada. Ele aquece a pele, destruindo a gordura e, junto, produz colágeno.