Dia da Internet Segura: como proteger os dispositivos e garantir uma navegação sem riscos

10/02/2020

Confira algumas dicas de especialista em Tecnologia para evitar violações na rede ao utilizar o wi-fi gratuito

A constante atualização das redes sociais e os tantos serviços executados por meio da internet faz surgir a necessidade de estar conectado o tempo todo e em qualquer lugar. Engana-se, no entanto, quem acha que conectar o smartphone, o notebook ou o tablet à rede wi-fi aberta pode ser totalmente inofensivo. De acordo com os dados do site SaferNet, o Dia da Internet Segura, comemorado no próximo dia 11, serve como um alerta para a população se conscientizar sobre o uso seguro, ético e responsável da internet.

Segundo o especialista em Tecnologia da Loga Internet, Renato Souza, é preciso saber que as redes abertas podem ser facilmente utilizadas por cibercriminosos dispostos a capturar informações dos dispositivos, incluindo senhas e dados bancários. "Dessa forma, é necessário estar sempre atento e optar por algumas precauções que minimizam as chances do aparelho ser invadido", destaca. Confira seis dicas para evitar transtornos ao acessar as redes abertas.

1. Instale um aplicativo de VPN

Procure utilizar comunicação criptografada para proteger os seus dados contra intrusos. Uma boa forma de conseguir isso é por meio da utilização de VPNs, sigla em inglês para Redes Virtuais Privadas.

2. Cuidado com o que você acessa

Quando estiver logado numa rede WiFi pública e não for possível utilizar uma VPN, os seus dados estarão circulando de forma insegura. Neste caso, a orientação é evitar acessar informações confidenciais, como sites de bancos on-line, compras on-line, cartões de crédito, etc. Faça estas operações em uma rede confiável.

3. Verificação em duas etapas

Para evitar roubos de contas, a orientação é ativar o recurso de verificação em duas etapas por meio de suas redes sociais, sites que usam logins e serviços de e-mail. Com esse procedimento, além de informar o nome de usuário e a senha, é preciso utilizar informações adicionais, como códigos enviados para dispositivos móveis e celular por SMS ou geradores de acesso pelo aplicativo, como no Facebook. Ao acrescentar mais um nível de segurança, o acesso fica sujeito a um segundo procedimento atrelado a uma série de informações que só você pode ter acesso no seu celular.

4. Nunca deixe seu dispositivo logado

Quando estiver acessando contas pessoais em um computador ou dispositivo móvel, fique atento para que ninguém copie ou mexa nos seus dados e não deixe nada "logado". Caso tenha que se afastar, encerre o login em todas as contas importantes e feche os programas.

5. Instale um antivírus

Uma solução antivírus insere mais uma barreira de segurança para proteger os seus dados.

6. Página segura

Antes de inserir sua senha, certifique-se de que a página da rede wi-fi que está acessando possui o cadeado verde, ou seja, é verdadeira.

O Dia da Internet Segura

Foi criado pela Rede Insafe na Europa com o objetivo de mobilizar usuários e instituições a estimular o uso livre e seguro das tecnologias de informação. Atualmente, reúne mais de 140 países e implanta ações sobre o uso responsável da internet que, geralmente, acontecem entre os meses de janeiro e fevereiro.