Desobrigatoriedade do uso de máscara nas academias

01/04/2022

Associação comemora a publicação do Governo como uma conquista e de grande contribuição à saúde

O uso de máscara deixou de ser obrigatório dentro das academias, desde o dia 24, nas regiões classificadas em risco baixo de contaminação da Covid-19, no ES, conforme publicação no Diário Oficial do Governo do Estado. Para o presidente da Associação das Academias de Ginástica do Espírito Santo (Acages), Carlos Andrião, a publicação foi motivo de comemoração depois de incansáveis tentativas de retirar a máscara.

"O acessório, além de ser um dificultador por criar um desconforto respiratório em algumas pessoas, devido a maior captação de oxigênio e uma eliminação maior de gás carbônico, a peça perde a eficácia quando fica úmida, tornando o elemento de segurança obsoleto", resume.

O presidente enxerga a liberação como uma conquista e de grande contribuição à saúde, possibilitando que mais pessoas voltem a praticar atividades físicas, e ressalta, a "vacinação e exercícios físicos aumentam a imunidade" e, em nome da Acages, ele agradeceu ao governador Renato Casagrande e a secretária de Estado de Turismo (Setur) Lenise Loureiro, pela ajuda na liberação do uso de máscaras nas academias.

A torcida da associação agora é que os alunos, cerca de 30%, que ainda não retornaram às atividades físicas regulares, voltem para as academias. Andrião ainda explica que, mesmo com a desobrigatoriedade do uso de máscara para a prática de atividades físicas dentro das academias, o rigor com a higiene permanece, com a higienização das mãos com álcool em gel e a constante desinfecção dos aparelhos e ambientes, que continuam as mesmas.