Coworking e rodízio entre home office e presencial são realidade no pós-pandemia, afirma especialista

19/08/2021

Erik Lorenzon, fundador do NaCapital, destaca que o modelo híbrido alia qualidade de vida e manutenção da comunicação e vínculo entre as equipes

A pandemia balançou o mundo dos negócios e a crise promoveu a reflexão sobre modelos tradicionais de jornada de trabalho e como fazer negócios. Para o empresário Erik Lorenzon, fundador do NaCapital Coworking, o momento proporcionou aprendizados sobre qualidade de vida e conexão entre as pessoas, abrindo espaço para a adoção de novos modelos empresariais. Avaliação que é confirmada pela pesquisa divulgada pela Accenture, multinacional de gestão e outsourcing, sobre o modelo híbrido: 52% dos brasileiros que trabalham em home office querem continuar a fazê-lo pelo menos uma vez por semana e 34% querem trabalhar de casa três vezes ou mais por semana."O modelo híbrido, que permite o rodízio entre o serviço em home office e o presencial, é um sinal desses tempos de mudança e segue se consolidando. Isso acontece porque durante a pandemia o home office se tornou necessário em muitos ofícios e mostrou que é possível ter mais tempo (sem a necessidade de deslocamentos pela cidade) e melhorar a qualidade de vida. Porém, em compensação, ficar muito tempo em home office deixa esse profissional isolado e acaba por perder conexões com o restante da empresa. Essa é uma das preocupações de quase 40% dos entrevistados sobre o home office e o presencial", explica.Lorenzon explica que a prática do home office não representa o fim do trabalho presencial. "Isso acontece porque o que é importante levamos para o presencial, uma reunião, uma trabalho, porque é mais potente do que uma ligação ou vídeo-chamada. Dá mais energia e importância para o projeto em desenvolvimento", destaca.O empresário revela que, dentre deste quadro de mudanças, a promoção de um ambiente de negócios colaborativo contribui para o fomento da economia. "NaCapital, por exemplo, nosso objetivo é gerar um ambiente de promoção do desenvolvimento das pessoas com diferentes negócios e áreas de atuação. Isso contribui para formar laços de amizade e um ambiente motivacional e colaborativo, são conexões que geram troca produtiva", explica.
Modelo híbrido
Quem tiver interesse em aderir ao modelo híbrido de trabalho, Lorenzon indica alguns passos para implementação:
:: Planejamento: Faça um planejamento das atividades que serão desenvolvidas durante a jornada em home office e no presencial
:: Atenção aos horários e intervalos: no escritório, faça pausa para higienizar as mãos e um cafezinho; em casa, mantenha a constância no horário de iniciar e encerrar o trabalho
:: Priorize: leve para o escritórios tarefas que demandem contribuição coletiva.
:: Comunicação em dia: para manter a produtividade e alinhamento das equipes, mantenha a comunicação em dia. O feedback é uma ferramenta fundamental para avaliar os desafios e dificuldades a fim de melhorar a performance.
Área de anexos