CONHEÇA OS FILMES SELECIONADOS PARA O 29º FESTIVAL DE CINEMA DE VITÓRIA - Seleção apresenta 76 trabalhos entre curtas e longas-metragens da produção recente do cinema brasileiro

27/07/2022

Maior evento de cinema e audiovisual do Espírito Santo, o Festival de Cinema de Vitória se prepara para sua 29ª edição. Entre os dias 19 e 24 de setembro de 2022, no Centro Cultural Sesc Glória, o público poderá conferir uma seleção de filmes que apresenta um recorte potente da produção audiovisual brasileira contemporânea.

Os 76 filmes,entre longas e curtas-metragens, escolhidos pela Comissão de Seleção serão exibidos, ao longo de seis dias de programação, nas 11 Mostras Competitivas que compõem o evento. As produções concorrem ao Troféu Vitória em 34 categorias. A escolha dos vencedores é feita pelo Júri Técnico do Festival, composto por especialistas e profissionais do cinema, além da votação pelo Júri Popular.

Para Lucia Caus, diretora do Festival de Cinema de Vitória, os filmes escolhidos pela Comissão de Seleção trazem um recorte apurado sobre a produção audiovisual brasileira produzida na atualidade. "A curadoria tem um olhar cuidadoso sobre os diversos gêneros da produção cinematográfica brasileira contemporânea, com filmes que apresentam o potencial criativo dos nossos realizadores", pontua ela, que complementa: "É sempre um desafio e, ao mesmo tempo, um imenso prazer, dar visibilidade para tantos curtas e longas-metragens".

CURADORIA

O público do 29º Festival de Cinema de Vitória poderá conferir uma lista de filmes que refletem a diversidade da produção contemporânea do audiovisual brasileiro. O trabalho dos curadores foi realizado com base nas 897 produções inscritas entre os dias 29 de março e 29 de abril de 2022 e vindas de 25 estados brasileiros, além do Distrito Federal. "Os filmes conversam com pautas nacionais, a gente percebe que as questões da violência, questões sociais, as crises que acometem famílias vulneráveis, as questões indígenas e de gênero aparecem com muita força nessas narrativas" disse Gilberto Alexandre Sobrinho, um dos curadores da 12ª Mostra Competitiva Nacional de Longas e da 7ª Mostra Cinema e Negritude.

Gilberto explica que o olhar da curadoria sempre tenta equilibrar produções que tenham inovação artística e apuro técnico, além de uma proposta estética arrojada. "A gente sempre parte do critério artístico, olhando para como o filme, independente do gênero, traz alguma inovação, algo diferenciado, alguma proposta estética não muito comum, tendo no horizonte o próprio campo do cinema. Tem sempre essa perspectiva comparativa, como o filme tecnicamente e esteticamente está conduzindo essa história de uma maneira inovadora".

Entre os trabalhos selecionados estão 24 filmes dirigidos por negros e negras, 31 filmes dirigidos por mulheres e dois filmes dirigidos por Pessoas com Deficiência, além de 10 produções dirigidas por estudantes de cinema e audiovisual. "A gente acha importante expandir o público, trazer filmes mais narrativos, pensando na abrangência do Brasil, não só do eixo Rio-São Paulo, e trazer filmes do Nordeste, do Norte, dirigidos por mulheres, por comunidade LGBTQIA+", pontua Flavia Candida, uma das responsáveis pela curadoria da 26ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, da 12ª Mostra Quatro Estações, da 11ª Mostra Foco Capixaba, da 11ª Mostra Corsária e 9ª Mostra Outros Olhares e da 7ª Mostra Cinema e Negritude.

Flavia Candida também acredita que o processo de curadoria funciona como uma ponte, que aproxima as novidades e a tradição da produção audiovisual do público cinéfilo. "É um equilíbrio bem delicado, entre tentar descobrir novos realizadores que não tenham circulado muito, com realizadores que o festival já acompanha há um tempo, porque o público do FCV é bem exigente, já se acostumou com um cinema mais autoral".

Comissão de Seleção do 29º Festival de Cinema de Vitória

A Comissão de Seleção do 29º Festival de Cinema de Vitória é formada por profissionais de reconhecida trajetória no meio audiovisual. São eles: a curadora, cineasta e produtora oriunda do curso de Cinema da UFF, Flavia Candida, o cineasta, escritor, pesquisador e professor do curso de cinema da Ufes, Erly Vieira Jr, e o produtor audiovisual e curador Waldir Segundo (26ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, 12ª Mostra Quatro Estações, 11ª Mostra Foco Capixaba, 11ª Mostra Corsária, 9ª Mostra Outros Olhares); a produtora cultural e jornalista Leila Bourdoukan e o professor no Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Gilberto Alexandre Sobrinho (12ª Mostra Competitiva Nacional de Longas); a escritora, ilustradora, diretora e roteirista, Saskia Sá, e a produtora cultural e realizadora, Hegli Lotério (7ª Mostra Mulheres no Cinema); a curadora, cineasta e produtora oriunda do curso de Cinema da UFF, Flavia Candida, e o professor no Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Gilberto Alexandre Sobrinho (7ª Mostra Cinema e Negritude); o jornalista, publicitário e produtor cultural, Luiz Eduardo Neves, e a mestre em educação pela UERJ e professora dos cursos técnicos em Rádio e TV, Suellen Vasconcelos (6ª Mostra Nacional de Videoclipes); a cineclubista, roteirista, produtora e realizadora de audiovisual Margarete Taqueti, e o cineasta e ambientalista Jefferson de Albuquerque Junior (5ª Mostra de Cinema Ambiental); a escritora, pesquisadora e curadora, Bernadette Lyra (5ª Mostra Cinema de Bordas), que conta com a parceria da jornalista cultural e escritora, Livia Corbellari, como Assistente de Curadoria. E o produtor audiovisual e curador, Waldir Segundo (4ª Mostra Do Outro Lado - Cinema Fantástico).

MOSTRAS

As 11 Mostras Competitivas do Festival de Cinema de Vitória refletem a proposta do evento que busca estar em diálogo com as transformações, tanto do cinema quanto na sociedade, que impactam na produção audiovisual contemporânea. "O cinema brasileiro se endereça diretamente às questões do nosso país. A partir desse critério inovador do filme, como os filmes conduzem o espectador a um olhar sobre nosso país. Pautas emergentes, questões que são mais candentes, questões sociais, políticas, históricas, o cinema como um agenciador da memória. Como esses filmes ajudam a gente a pensar o país", pontua o curador Gilberto Alexandre Sobrinho.

Os filmes selecionados serão exibidos nas seguintes mostras: 26ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas, com uma seleção de títulos da safra recente do cinema brasileiro; a 12ª Mostra Competitiva Nacional de Longas, que contará com a exibição de cinco filmes na competitiva; a 12ª Mostra Quatro Estações, com produções que abordam a temática da diversidade sexual; a 11ª Mostra Foco Capixaba, janela exclusiva para realizadores do Espírito Santo; a 11ª Mostra Corsária, com filmes que apresentam pesquisas de linguagem da estética cinematográfica; a 9ª Mostra Outros Olhares, que propõe a observação da construção de novos mundos a partir de experiências particulares.

A 7ª Mostra Mulheres no Cinema exibe filmes dirigidos exclusivamente por realizadoras e aborda as questões de gênero, valorizando a atuação feminina por trás das câmeras. A 7ª Mostra Cinema e Negritude, traz produções de realizadores negros que tratam das mais diversas narrativas que atravessam a população negra no Brasil.

A 6ª Mostra Nacional de Videoclipes, apresenta produções de gênero experimental por excelência e que fundem música e audiovisual; a 5ª Mostra Nacional de Cinema Ambiental, abre espaço para o debate sobre sustentabilidade e questões ambientais. Já a 4ª Mostra Do Outro Lado - Cinema Fantástico traz o terror para o evento.

O 29º Festival de Cinema de Vitória conta com o patrocínio do Ministério do Turismo, através da Lei de Incentivo à Cultura. A realização é da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA).

29º FESTIVAL DE CINEMA DE VITÓRIA
FILMES SELECIONADOS

26ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas

O Dendê do Mestre Didi (Beth Formaggini, DOC, 5', RJ)

Manhã de Domingo (Bruno Ribeiro, FIC, 25', RJ)

Sideral (Carlos Segundo, FIC, 15', RN)

Infantaria (Laís Santos Araújo, FIC, 23', AL)

Andrômeda (Lucas Gesser, FIC, 14, DF)

Lua de Sangue (Mirela Morgante e Gustavo Senna, FIC, 19', ES)

Madrugada (Leonardo da Rosa, Gianluca Cozza, DOC, 19', RS)

SOLMATALUA (Rodrigo Ribeiro-Andrade, DOC 15', SP)

Hospital de Brinquedos (Georgina Castro, FIC, 13', CE)

Como Respirar Fora D'água (Júlia Fávero e Victoria Negreiros, FIC, 16', SP)

Orixás Center (Mayara Ferrão, EXP, 13', BA)

Fantasma Neon (Leonardo Martinelli, FIC, 20', RJ)

Transviar (Maíra Tristão, DOC, 13', ES)

Sem Título #8 : Vai Sobreviver (Carlos Adriano, EXP, 12', SP)

Calunga Maior (Thiago Costa, FIC, 19', PB)

Uma Paciência Selvagem me Trouxe até Aqui (Érica Sarmet, FIC, 25', RJ)

12ª Mostra Competitiva Nacional de Longas

A Mãe (Cristiano Burlan, FIC, 93', SP)

Germino Pétalas no Asfalto (Coraci Ruiz e Júlio Matos, DOC, 79', SP)

Ursa (William de Oliveira, FIC, 70' ,PR)

A Mãe de Todas as Lutas (Susanna Lira, DOC, 84', MG/PA)

Capitão Astúcia (Filipe Gontijo, FIC, 90', DF)

12ª Mostra Quatro Estações

Tenho Receio de Teorias que não Dançam (Gau Saraiva, EXP, 4', BA)

Na Estrada Sem Fim Há Lampejos de Esplendor (Liv Costa e Sunny Maia, FIC, 11',CE)

Filhos da Noite (Henrique Arruda, DOC, 16', PE)

Hortelã (Thiago Furtado, FIC, 14', PI)

Não Somos Mais o Que Éramos (Patrícia Sá, FIC, 20', SP)

11ª Mostra Foco Capixaba

Marés (Thais Helena Leite, DOC, 14', ES)

Kikazaru (Matheus Cabral, EXP, 3', ES)

Latasha (Alex Buck, FIC, 23', ES)
Noites em Pandemia (Ricardo Sá, DOC, 8', ES)
Makumba (Emerson Evêncio, FIC, 24', ES)

11ª Mostra Corsária

Sonho de Pedra ou Corpos que se Desprendem da Terra (Thabata Ewara e Nay Mendl, EXP, 12', SP)

Nunca Pare na Pista (Thamires Vieira, FIC, 19', BA)

Tekoha (Carlos Adriano, EXP, 13', SP)

Boa Sorte e Até Breve (Bruna Schelb Corrêa, FIC, 09', MG)

Espaços Perecíveis de Liberdade (Boituva) (Castiel Vitorino Brasileiro, DOC, 12', SP)

Fragmentos Pandêmicos (Aline Dias, Marcus Neves e GEXS, EXP, 15', ES)

9ª Mostra Outros Olhares

Angu Recheado de Senzala (Stanley Albano, DOC, 19', MG)

Elusão (Taís Augusto, FIC, 22, CE)

Casa Torácica (Caio Curvello, DOC, 12', ES)

Apocalíptico Futuro Poeticamente Primitivo (Leandro Lopes, FIC, 22', MG)

Quando as Paredes Falam (Edson Ferreira, DOC, 10', ES)

Possa Poder (Victor Di Marco e Márcio Picoli, FIC, 19', RS)

O Plantonista do Dia (Allan Ribeiro, DOC, 17', RJ)

Tudo Que Eu Podia Fazer Era Chorar (Dandara de Morais, EXP, 4', PE)

Queda (Lia Leticia, EXP, 5', PE)

Imã de Geladeira (Carolen Menses e Sidjonathas Araújo, FIC, 19', SE)

7ª Mostra Mulheres no Cinema

Mórula (Cristal Obelar e Gabriela Cunha, DOC, 10', RS)

Chão de Fábrica (Nina Kopko, FIC, 24', SP)

Medusa in.ConSerto (Bruna Lessa, FIC, 20', SP)

Namidá (Renata Jesion, FIC, 9', SP)

Two Girls With a Movie Camera (Slumber Party) (Victoria Brasil e Thamyris Escardoa, DOC, 7', ES)

7ª Mostra Cinema e Negritude

Nunca Pensei Que Seria Assim (Meibe Rodrigues, FIC, 10', MG)

O Ovo (Rayane Teles, FIC, 23', BA)

Serrão (Marcelo Lin, FIC, 18', MG)

Kung Fu Allef (Gabriel Pinheiro, FIC, 8', DF)

Sethico (Wagner Montenegro, EXP, 14', PE)

6ª Mostra Nacional de Videoclipes

Kolapso - Artista: Monkey Jhayam, Enme, Terra Treme - 4' - 2021 - São Paulo (SP) - Direção: Lazaro, Jessica Lauane

The End - Artista: Electro Womangroove - 5' - 2021 - João Pessoa (PB) - Direção: Helena Lima

Flecha - Artista: Laialex - 5' - 2021 - São Paulo (SP) - Direção: Marcelo Engster

Chorar - Artista: Karola Nunes feat. Pacha Ana e Curumin - 5' - 2021 - Cuiabá (MT) - Direção: Juliana Segóvia

Tudo Eu - Artista: Amiri - 6' - 2022 - São Paulo / SP - Direção: Elirone Rosa, Fernando Sá, Ione Maria

Maya - Artista: Tagore - 4' - 2021 - Santa Maria (RS) - Direção: Fabrício Koltermann

A Dona do Fuxico - Artista: Alexandra Nícolas - 5' - 2021 - São José de Ribamar (MA) - Direção: Thais Lima

Arritmia - Artista: Capela - 3' - 2021 - Cotia (SP) - Direção: Aksa Lima

Sou Negro - Artista: Monique Rocha - 5' - 2022 - Vitória (ES) - Direção: Cintia Braga

Vestida Ou Nua - Artista: Clara x Sofia - 7' - 2021 - São Paulo (SP) - Direção: Gabriela Moura

Oyá Ê - Artista: Naná Martins - 5' - 2021 - Maceió (AL) - Direção: Anderson Barbosa

5ª Mostra Nacional de Cinema Ambiental

Cavalo Marinho (Gustavo Serrate Maia, DOC, 25', DF)

Quanto Vale a Vida no Mangue? (Lucas Oliveira, DOC, 23',SP)

Futuros Amantes (Jessika Goulart, FIC, 15', RJ)

4ª Mostra Do Outro Lado - Cinema Fantástico

Cósmico (Kapel Furman, FIC, 15', SP)

Yubitsume (Raphael Araújo, FIC, 5', ES)

O Que os Machos Querem (Ana Dinniz, FIC, 9', PB)

AzulScuro (Evandro Caixeta e João Gilberto Lara, FIC, 15', MG)

Colares, talvez (Sandro Vilanova, FIC, 25', DF)