Conheça os benefícios das pílulas de fotoproteção 

11/03/2021

Farmacêutica Tatiana Martim Rocha explica que fotoprotetor oral, aliado ao protetor solar, é uma excelente alternativa para potencializar os cuidados com a pele do corpo e rosto 

O protetor solar é um aliado essencial para manter a saúde da pele. O seu uso diário, inclusive em dias nublados e em ambientes internos, é necessário para proteger a pele do rosto e do corpo da exposição solar e das luzes artificiais, que podem resultar em queimaduras, envelhecimento precoce, melasmas e até câncer de pele. Uma dica da farmacêutica e empresária Tatiana Martin Rocha, da Espírito Santo Manipulação, é aliar a estes cuidados o uso do fotoprotetor oral, que combate os efeitos da luz solar na pele, atuando em sinergia com o protetor solar tópico, potencializando a proteção contra os raios ultravioleta.


A especialista explica que o uso da fotoproteção oral deve ser associado ao protetor em creme justamente para maximizar os resultados, já que tem antioxidante, anti-pollution e a capacidade de uniformização do tom de pele. "A principal função dos fotoprotetores orais é combater os radicais livres, que são responsáveis pela oxidação das células. Não tem contraindicação e combina agentes como vitaminas e licopeno, substâncias que podem prevenir o desenvolvimento de alguns tipos de câncer", diz a farmacêutica Tatiana Martin Rocha.
Classificado como nutricosmético, o protetor solar via oral é essencial para auxiliar na fotoproteção do dia-a-dia. Na Espírito Santo Manipulação a fórmula personalizada custa R$49.90, com 30 pílulas. A prescrição é tomar uma pílula por dia.