Comerciantes preparam suas estruturas para atender clientes

14/05/2020

Num momento em que muitos empresários estão se adaptando a uma nova realidade de consumo, observa-se que há um movimento de mudança até mesmo nos pontos de vendas físicos para atender a esta necessidade provocada pela disseminação do novo coronavírus (covid-19). Mesmo sem prazo para retorno das atividades, alguns comerciantes têm aproveitado este período para analisar as possibilidades e proporcionar novidades na estrutura para os clientes.

É o caso da loja Balãozinho, no Centro de Vitória, que é uma das maiores lojas físicas da marca capixaba de moda infantil, no estado, que está sendo assessorada pela designer de consumo Bruna Guio, para uma repaginação no seu espaço físico com o intuito de atender as novas demandas e um novo formato de vendas. A especialista realizou um estudo em que foram apresentadas soluções para reformular o ambiente, de forma que seja possível atender as novas demandas e um novo formato de vendas, imposto por estes tempos de pandemia.

A ideia é proporcionar novas experiências para os consumidores, com um ambiente que será apresentado em breve. "Uma das propostas para essa loja, que é especializada em enxoval e crianças de até dez anos, é preparar um espaço com mesas de atendimento com cadeiras para os clientes (principalmente gestantes), que poderão escolher com mais conforto e tranquilidade o enxoval para o bebê. Além disso, propus um ambiente com opções de quartos montados para facilitar a visualização e escolha dos produtos, como roupa de cama, e todos os acessórios", conta.

Adaptação

Além das mudanças no espaço físico, a loja também tem aumentado sua atenção nas vendas online, por meio das redes sociais. A loja Balãozinho, do Centro de Vitória, segue fazendo o seu atendimento pelo Whatsapp, no número (27) 99609-8059 e os interessados podem encontrar os produtos no instagram @lojabalaozinhocentrovitoria.