Capixaba lança primeiro álbum autoral de MPB com arranjos eletrônicos O cantor e compositor Diego Biazatti vai apresentar ao público o inédito “Lado B. - Ou Aurora”., neste sábado (14).

13/08/2021

O amor pela música vem do berço. Essa afirmação define a realidade do cachoeirense Diego Biazatti, que começou na carreira artística aos 14 anos, tocando na banda dos pais. Agora, aos 36, se prepara para lançar o seu primeiro trabalho solo, o álbum autoral "Lado B. - Ou Aurora"., que será lançado em um show inédito, a ser exibido neste sábado (14), às 18h, nas plataformas do Instituto Parceiros do Bem e da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

O álbum conta com 11 faixas, compostas por Diego em parceria com o irmão, Alan Biazatti, com quem compartilha a sua caminhada na carreira musical e também com o renomado Dienis Sequim. O trabalho segue um estilo MPB bem diversificado e contemporâneo, com muita sutileza, singularidade e delicadeza nas letras e nos arranjos eletrônicos. "São músicas compostas entre amigos. Este álbum marca uma trajetória cheia de identidade, experiência e profissionalismo, que se apropria de diversos gêneros e ritmos musicais para criar um fluxo ascendente no desenvolvimento de cada faixa", explica Diego Biazatti.

O público será contemplado com um trabalho diferenciado, onde o artista criou uma dinâmica integrada entre as faixas, quase dramatúrgica, que desenvolve, de certo modo, uma jornada do herói e conversa com o ouvinte sobre essa travessia interna que todas as pessoas vivenciam em algum momento da vida. As músicas se organizam como memórias avulsas, porém, ordenadas organicamente. "A grosso modo tudo pode parecer empilhado em uma estante de tendências líricas e conceituais, tendo na melancolia inicial, confessa e temporária, o princípio para a organização óbvia desses elementos; mas sendo um serviço de artesão, as faixas melancólicas e impregnadas pelo romantismo não têm medo do simples e nem vergonha do óbvio", define Diego Biazatti.

Das sombras para a fase solar

Carregado de reflexões sobre as relações líquidas, e sobre essa necessidade de lidar com as sombras para encontrar a luz, o inicio do álbum "Lado B. - Ou Aurora". é melancólico e solitário, noturno e até um pouco introspectivo, mas não chega a ser desesperançoso e muito menos pessimista. Já nas faixas quatro e cinco o clima começa a ficar bastante otimista, e vai crescendo, até entrar na sua fase totalmente solar com "Aurora" e continua tão otimista que pode soar ingênuo.

Fechando com chave de ouro, o álbum termina com um ritmo bem diferente do clima do início, em um ápice explosivo, apaixonado, otimista e até um pouco pop, evidenciando que, na sua melhor fase, todas as pessoas são leves, mas nem por isso superficiais ou comerciais.

Nas plataformas digitais

Após o show de lançamento, as faixas do álbum "Lado B. - Ou Aurora" serão disponibilizadas no Spotify e no Deezer.

Serviço
Lançamento do álbum "Lado B. - Ou Aurora"., com show inédito do cantor e compositor Diego Biazatti
Data: 14/08 (sábado), às 18h
Onde assistir: nas plataformas do Instituto Parceiros do Bem e da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).
Gratuito. Classificação livre