Canal de divulgação estimula as vendas do comercio local

14/04/2020

O movimento Pede pelo Zap foi implantado em Cachoeiro de Itapemirim e se expandiu pelo Brasil para ajudar pequenos negócios que não são digitais

O isolamento social, provocado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), tem gerado muitos prejuízos para o comércio, em toda parte, mas também tem feito muitas pessoas se unirem em busca de soluções para ajudar quem precisa neste momento. É o caso da designer de consumo, Bruna Guio, que em parceria com o consultor e palestrante em varejo, Fred Rocha, apresentou para os comerciantes capixabas o site Pede pelo Zap, que reúne clientes e negócios de diversos segmentos, no mesmo ambiente.

No Brasil, a plataforma já conta com 8 mil empresas cadastradas e o número de visitas chegou a quase 7 mil, somente nos quatro primeiros dias da criação do projeto. A cada hora são feitos quase 200 registros de novos negócios. De acordo com os fundadores do movimento Pede pelo Zap, o objetivo desta ação é reunir o máximo de marcas no mesmo lugar e, assim, facilitar o contato dos clientes na escolha pela melhor opção para atendê-lo.

"Esse site não tem nenhum fim lucrativo, é mesmo para a gente se ajudar neste momento e só esperamos conseguir passar juntos por esse momento. É uma alternativa a mais para que os clientes conheçam e comprem produtos e serviços da região, valorizando o comércio local e os pequenos empresários, que tendem a ser mais prejudicados com este fechamento. Por isso, a nossa ideia, além de valorizar o comércio como um todo, é também ajudar aquele pequeno negócio, que ainda não atua de forma digital, colaborando para que os empreendedores vendam um pouco mais, mesmo diante desta crise", explica Bruna Guio.

O projeto foi implantado pela primeira vez no município de Montes Claros, norte de Minas Gerais, onde já teve um resultado muito positivo. e lá para cá, os sócios Bruna e Fred aprimoraram o sistema, que já atua de forma nacional, em qualquer lugar do Brasil. "No Espírito Santo, o movimento já foi apresentado ao município de Cachoeiro de Itapemirim, que já conta com 600 comércios cadastrados", informa Bruna Guio.

Como funciona?

Com o crescimento desta ação, qualquer pessoa que tiver interesse em acessar a plataforma pode digitar o nome da sua cidade, seguido do endereço '.pedepelozap.com.br', que automaticamente já aparecerão as informações para aquela cidade. A ferramenta tem a opção de incluir o estabelecimento e também verificar quais estão cadastrados na região. A partir da consulta feita pelo consumidor e a sua escolha, é gerado um link que o encaminha para um aplicativo de mensagens (whatsapp) e, assim, possibilita o contato. Tudo isso é feito de forma gratuita, tanto para o cliente, quanto para o comerciante.

Em menos de 24 horas o site já começou a dar resultados para muitos empresários. A Edineia Ultramar vende bijuterias, em Cachoeiro de Itapemirim, e já se cadastrou na plataforma e tem visto os contatos aumentarem. "Tive uma queda significativa nas vendas, de uns 50 a 60%. Depois de me cadastrar no aplicativo, já recebi contato de pessoas interessadas, querendo saber mais informações sobre os meus produtos. Para a gente que mexe com vendas, é muito útil", avalia.