*Blefaroplastia ajuda a suavizar expressão do rosto*

19/11/2021

A operação nas pálpebras repara também o excesso de pele que prejudica a visão dos mais idosos

Mudança em um piscar de olhos. O ar cansado e a expressão caída dos olhos podem ser melhorados com a cirurgia plástica das pálpebras a fim de corrigir o excesso de pele, a flacidez e a bolsa de gordura que fica embaixo da pele.

O avanço da idade e fatores hereditários são alguns dos fatores que contribuem para as pálpebras caídas. Segundo o Dr. Ariosto Santos, para corrigir esse problema o ideal é realizar a correção das pálpebras pelo procedimento conhecido como Blefaroplastia.

Esse procedimento corrige a flacidez muscular e da pele na região das pálpebras, incluindo as bolsas palpebrais (aquelas embaixo dos olhos). A operação pode ser realizada para correções estéticas e funcionais. Segundo o médico, a plástica estética visa a dar um ar jovial ao paciente retirando aquela sensação de olhos cansados.

Atualmente, a correção de pálpebras é bastante procurada também por pacientes que ao se depararem com a autoimagem no computador, devido as teleconferências e reuniões onlines, perceberam um excesso de rugas, olheiras e excesso de pele. "Muitas pessoas procuraram a cirurgia plástica para realizar procedimentos no entorno dos olhos devido a exposição excessiva do rosto em reuniões onlines, o que ficou conhecido como efeito zoom. O aumento desses procedimentos cresceu em torno de 40%", explica.

A correção de pálpebras é procurada também por pacientes idosos que têm a visão prejudicada pelo excesso de pele quanto por pessoas. "Nesses casos, a operação deixa de ser somente estética e passa a ser reparadora ao possibilitar aos idosos uma melhor qualidade de vida e uma melhora na capacidade de enxergar", destaca o médico.

A operação dura em torno de 90 minutos e é feita com sedação e anestesia local. O resultado definitivo é percebido no terceiro mês. "Entretanto, logo após o 8º dia já teremos 25% do resultado almejado", afirma Santos.

Cuidados. No pós-operatório, o paciente terá mais sensibilidade à luz, lacrimejamento ou sensação de olho seco, coceira ou mesmo ardor. Recomenda-se o uso de óculos escuros por alguns dias para proteger os olhos da luz e também pede-se ao paciente que evite assistir TV por tempo prolongado ou esforçar na leitura nos três primeiros dias de pós-operatório.

Manchas vermelhas nos olhos podem aparecer e desaparecem nos dias iniciais após a cirurgia. "Isso é normal, pois o organismo necessita de um tempo para recuperar do trauma cirúrgico. O paciente deverá aplicar compressas com água borricada gelada para diminuir o edema", explica o médico.

O médico acrescenta que a volta para as atividades profissionais do paciente pode, em geral, ocorrer após o 4º dia da cirurgia, inclusive o uso dos óculos de grau. No entanto, as lentes de contato só serão permitidas após 7 a 10 dias. Já, as atividades físicas, como pequenas caminhadas, são permitidas de forma branda após 10 dias e a exposição ao sol, com o intuito de bronzear, somente após 60 dias da operação, usando bloqueadores solares.