Argila no cabelo: saiba os benefícios de cada tipo


O uso da argila na pele não é nenhuma novidade. Mas muita gente não sabe que ela pode ser usada nos cabelos. Conhecida como argiloterapia, o tratamento atende a diferentes necessidades capilares, ajudando a combater a oleosidade e estimulando o crescimento dos fios, como explica a farmacêutica tricologista Cristal Bastos.

"A argila tem propriedades terapêuticas, elimina impurezas e realiza uma desintoxicação do couro cabeludo, estimulando a circulação sanguínea e linfática, com ação sebo-reguladora. O protocolo é individual e o tratamento pode ser combinado a outro e tem o objetivo de melhorar a saúde do couro cabeludo, a textura dos fios, nutrir, hidratar e impedir o afinamento e queda dos cabelos", afirma Cristal.

Tipos de argila e para que servem

Argila verde - ideal para quem sofre com oleosidade excessiva, porque ela faz uma limpeza profunda que elimina impurezas e controla a produção de óleo.Além disso, esfoliar o couro cabeludo com o produto é perfeito para estimular o crescimento dos fios, já que a argila ativa a circulação sanguínea da região.

Argila branca - ideal para fios claros ou platinados, ela hidrata e repõe os nutrientes perdidos com a química.

Argila roxa- serve como um shampoo matizador, minimizando o aspecto amarelado dos cabelos.

Argila vermelha - pode ser usada pelas ruivas, funcionando com um tonalizante natural, devolvendo a cor e o brilho dos cabelos.

Argila preta- ajuda no tratamento da caspa e forma uma capa protetora nos fios, evitando que eles quebrem com facilidade. Também dá um "banho de brilho" nos cabelos escuros.

Argila rosa - mistura da argila vermelha com a argila branca, ela limpa e deixa os cabelos macios. Pode ser usada nos cabelos mistos, com raízes oleosas e pontas secas.