São Bernardo inaugura nova clínica oncológica em Colatina

Além dos procedimentos de quimioterapia, a nova São Bernardo Oncologia oferecerá tratamento inédito de crioterapia para evitar a queda dos cabelos das pacientes

A São Bernardo Saúde inaugura nesta terça-feira, dia 10, a São Bernardo Oncologia, nova clínica dedicada ao tratamento dos pacientes com câncer em Colatina. Com uma 700 m², sete salas individuais para a administração das sessões de quimioterapia e consultórios. A coordenadora médica de Oncologia, Layla Torres Gaze, explica que, desde a escolha dos profissionais, todos os detalhes foram pensados no acolhimento e humanização, inclusive com sessões de crioterapia.

"Estamos falando uma estrutura única no Estado, pois, as infusões poderão ser realizadas nas salas individuais, com total privacidade e conforto ao paciente e seu acompanhante. Além disso, teremos o atendimento inédito em clínicas oncológicas de crioterapia, que será utilizada para evitar a queda de cabelo das pacientes, garantindo que a autoestima e autoimagem sejam preservadas durante a luta contra o câncer", disse.

Vale destacar que o serviço oncológico é realizado por equipe multidisciplinar formada por oncologista, oncohematologista, mastologista, cirurgião oncológico, médico de cuidados paliativos, nutricionista e psicóloga. Além disso, serão ofertados os atendimentos da Clínica da Dor - referência no Brasil em dor crônica e certificada pelo pelo Instituto Mundial de Dor (WIP) com a titulação internacional de Excelência em Prática de Dor (EPP).

O diretor do São Bernardo Apart Hospital, Leonan Tofoli, destaca que, com a São Bernardo Oncologia localizada dentro do complexo do hospital, a integração dos serviços é facilitada. "Isso garante ainda mais rapidez e conforto ao paciente permitindo o acesso a laboratórios, serviço de diagnóstico por imagem e pronto-socorro tudo em um só lugar", ressalta.

Humanização

Com projeto arquitetônico assinado por Hiroshi Matsuzaki e design de interiores por Sérgio Palmeira, a São Bernardo Oncologia conta com espaço de convivência para os pacientes. "Este espaço foi pensado para proporcionar momentos de interação entre os pacientes, contribuindo para criar um ambiente de apoio e humanização", explica Leonan.